segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Ontem e hoje






Ontem e hoje
 

O palco iluminado
é agora um rio;
lá, o balé das miosótis.



Eliana Mora, 16/12/13

2 comentários:

  1. E este longo rio tranqüilo tornou-se palco para a coreografia das saudades (forget-me-not)...

    Momento de lirismo de um azul todo particular. Sublime, Eliana, obrigado!

    Um muito carinhoso abraço,
    André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim; lirismo imprescindível em nossa vida, membrana que reveste nosso coração [surpreendente], arte só nossa.

      Que dizer mais?
      André, doce poeta, um beijo

      Eliana

      Excluir

a poesia agradece

Sobrevoar