sexta-feira, 14 de novembro de 2014

S e g u i r


Seguir


estradas e rios desertos.

Véus transparentes no rosto;
folhagens macias - nos pés.


Eliana Mora, 11/11/2014

2 comentários:

  1. Admiro a simplicidade
    com que escreves, Eliana!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Arnaldo. Gosto muito dos tercetos e pequenos poemas [assim como dos recados de poeta].

    Abraços.

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Segunda chance