sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Sombras no Jardim






Sombras no Jardim


flor que se mantém;
a cada fim de tarde
adormece - também.




Eliana Mora, 20/12/13

2 comentários:

  1. As tardes findam para uns; para outros, apenas adormecem. Talvez que, dentro destas e à sombra, dormite uma flor.

    O Matisse (ainda da época fauvista) é muito sugestivo, todavia, é o teu poemeto que me arrebata.

    Felizes Festas para ti e toda tua família, Eliana, meu abraço e um beijo com muito carinho.

    André

    ResponderExcluir
  2. Tudo de bom te desejo: 'idens' e mais 'idens' -- que a flor 'que dormita' se abra em todo esplendor e beleza.

    beijos e abraços,

    Eliana

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Proposta Amorosa