segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Por sobre o Nada





Por sobre o Nada
 
 
sobem e descem;
pontas e pontes
[pontos sem nó].
 
 
 
Eliana Mora, set/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Avesso