sexta-feira, 24 de agosto de 2012

De Longe



De Longe 


Veias são raízes,
cordas invisíveis:
prisões_de amor.


Eliana Mora, 15/11/2009
[do Baú]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar