segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Basta-me



Basta-me



o nada.
nele tudo cabe:
direito e avesso de mim.



Eliana Mora, 10/10/2011

2 comentários:

  1. É perfeito! Nem mais nem menos! Vc, em três linhas, cabe um métrica e sobra em talento.
    Convido-a a conhecer meu blog e saborear um chocolate comigo.
    Beijokas e uma semana linda pra vc.
    Seguindo...

    ResponderExcluir
  2. Te agradeço, Lua Nova.
    Sim, vou sem falta, um beijo!

    Eliana

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Sobrevoar