terça-feira, 4 de outubro de 2011

A árvore Lilás


A árvore Lilás



espalha-se em mil ramas.
Nesse instante sou tela de Monet :
tuas flores - primaveram-me.



Eliana Mora, 28/9/2011

8 comentários:

  1. nesse instante voo-te
    espalho na minha tela
    o meu desejo sagrado de ave.

    jorge vicente

    ResponderExcluir
  2. em pianíssimo te quero,
    espelho meu : em ti -
    minhas odes completas.

    Eliana Mora [El]

    ResponderExcluir
  3. E fez-se verbo o substantivo. Um poemeto colorido e delicado. Parabéns!

    Abraços, André

    ResponderExcluir
  4. vestir-se diferente
    voar rumo incerto
    [vento a favor]...


    Obrigada, Lázara, beijo!

    ResponderExcluir
  5. André, que bom

    substantivar-se em verbo
    passear sempre de flor
    em cor

    beijos e obrigada,
    El

    ResponderExcluir
  6. Oi Eliana!
    Nossa...
    Com tanto versejar
    Eu só poderia gostar!

    Vou te seguir, chega lá:
    http://zilanicelia.blogspot.com/
    Abrçs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Zilani

    Chegou e é bem recebida; logo logo estou 'batendo' lá...
    beijão!

    El

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Sobrevoar