terça-feira, 23 de agosto de 2011

Teu retrato de garota


Teu retrato de garota


arrasta-me a um tempo
que nem vi...
[em que era te vivi?]



Eliana Mora [El], 23/8/2011
À minha mãe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar