domingo, 21 de agosto de 2011

A m o r


Amor



lento bordado
construção plena e complexa;
rima doce - vozes finitas.



Eliana Mora, 20/8/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

A vez dela