quinta-feira, 24 de março de 2011

Em veredas e varandas


Em veredas e varandas


com luar_ sem mar nem ondas,

a vida tomar nos braços :
em tudo ver cor/ação.




Eliana Mora, 14/03/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar