segunda-feira, 16 de agosto de 2010

I m e n s i d ã o



Imensidão




Deserto de vidas.
: nuvens paradas,
eras perdidas.



Eliana Mora, sem data

2 comentários:

a poesia agradece

Avesso