sexta-feira, 26 de março de 2010

Ela bordava...


Ela bordava...



e falava poesia:
ele, de longe, a ouvia.
Um dia, ele a/bordou.



Eliana Mora, 06/04/2009

10 comentários:

  1. Tomara que a história de amor tenha sido das paisagens mais bonitas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. e, sabe, foi poesia e violão clássico...uma beleza

    beijos.

    ResponderExcluir
  3. é, o poetrix pode ter algo de sentimental,
    contanto haja nele algo 'surpresa', meio assim diferente...


    obrigada e um beijo

    ResponderExcluir


  4. 1
    2
    3

    Achei TRI por aqui!

    Depois volto pra ler com calma...

    Beij♥!

    ResponderExcluir
  5. sim, Talal, algo doce, algo 'd(t)ramática'

    beijo, obrigada

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tonho, gostei do recado, volta mesmo!

    beijo!

    ResponderExcluir
  7. O muito que se pode "contar" com tão poucas palavras.

    Saudações

    ResponderExcluir
  8. Mas não é, Lidia?
    [o "segredo" fica para mil deduções],,,


    beijo.

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Segunda chance