sábado, 8 de abril de 2017

A vida quando vem


A vida quando vem 

É flor,
é oásis.
Tudo tem suave som de cítara.



Eliana Mora, sem data
[Baú]

Um comentário:

a poesia agradece

Avesso