domingo, 19 de fevereiro de 2017

Em ti dorme


Em ti dorme


aquela flor
que se esqueceu de fechar
[a que tu chamas saudade].


Eliana Mora, 19/02/2012
[Baú]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

A vez dela