sexta-feira, 5 de junho de 2015

Mentirinha


Mentirinha




Não parece.

Paciência, aqui, é igual mato.
Acaba. No outro dia - aparece.



Eliana Mora, 03/06/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

A vez dela