quarta-feira, 29 de abril de 2015

T U A


TUA



A lenta lembrança sustenida,

pendurada — como gota —
no leito de uma vida.



Eliana Mora, sem data

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

E amanheci...