quarta-feira, 9 de abril de 2014

O caso



O caso
 

do caos é comigo:
ora vai - aqui só suavidade;
ora vem - vento, poeira [e saudade].



Eliana Mora, 9/4/14

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Avesso