sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Time is Money


Time is Money


Relógio - feitio coração -

não marca amor :
marca lucro.



Eliana Mora, 2/1/14

2 comentários:

  1. Eliana Mora,

    uma das minhas maiores frustrações enquanto um bípede falante, pensante e aculturado é o fato de jamais ter conseguido fazer uma poesia que motivasse a publicá-la.

    Certamente, você irá dizer que sou muito critico e exigente com as minhas obras poéticas.

    Que nada, elas -as pouquíssimas que produzi- são de uma inutilidade explicita!

    Então venho aqui e como sempre faço e leio este maravilhoso vesejar muito mais bonito do que qualquer grande final do competente Cirque du Solei, ou daquela menina que passa a caminho do mar, lembra?

    Relógio feitio coração, como deve cobrar caro cada segundo, e por um minuto de afagos e aconchegos endividaria qualquer pretendente.

    Mas, quer saber, prefiro estar sendo cobrado por este feitio de relógio do que daquele outro cuja forma lembram um pé!

    Se eu lhe dissesse como ele tem me chutado impiedosamente, vida afora, certamente, iria concordar comigo que estaria disposto e certamente, a arcar com os custos reais desta tal da felicidade, a qual não vejo a hora de chegar.

    Um abração carioca e tenho sentido sua ausência nos meus blogues, perca (ou ganhe, sei lá) uns minutinhos por lá.

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por gostar de minha poesia, é uma honra. Sim, mas cada ser tem suas aptidões, e a gente vai indo assim!!

      Pode deixar, passo sim...um abraço!

      Eliana

      Excluir

a poesia agradece

A vez dela