quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Assim mudo

 


Assim mudo, 



a fugir de um curto-circuito
te ouço gritar:
fica, fica, vem me queimar!



Eliana Mora, 12/9/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar