quinta-feira, 27 de junho de 2013

Enquanto houver algum Sol








Enquanto houver algum sol 


e tua letra torta a violar 
as regras
[vida cá dentro haverá].
 

Eliana Mora, 27/6/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

A vez dela