segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

NonSense

 
  
NonSense


assombra-me tua voz, 
a estreitar-se pelo fundo dos teus olhos 
[rouca, distante, musical]



Eliana Mora, 14/1/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Avesso