quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ali, aqui, sempre



 Ali, aqui, sempre


olhos que se abrem 
olhos que se fecham 
[os pluri-tons da vida].


Eliana Mora, 19/12/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

E amanheci...