segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Passa, passa

   

Passa, passa
 

Na linha do próprio tempo
passava ela;
agora, na linha imaginária.


Eliana Mora, 19/11/2012

2 comentários:

  1. [a linha imaginária,

    o grande horizonte do momento,
    cada momento.]

    um imenso abraço, Eliana

    Leonardo B.

    ResponderExcluir


  2. outro a li, ó poeta sensível.

    beijos.
    Eliana

    ResponderExcluir

a poesia agradece

E amanheci...