sábado, 13 de outubro de 2012

Na Arte

     







  
Na Arte 

 
navego:

paro, vez em quando,
quando - fixos - meus olhos são mar.








 Eliana Mora, 13/10/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar