quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Beija-me a boca



 
 

Beija-me a boca


o meu poema.
Difícil saber se estou com ele
[ou se sozinha sigo].


Eliana Mora, 10/10/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece