quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Paredes brancas




 
Paredes brancas
 
 
tonteiras, sufoco.
Sensores gritam por ar:
onde as janelas azuis?
 
 
Eliana Mora, 13/9/2012

2 comentários:

  1. [como um quadro em branco,

    e da moldura, o branco branco
    coração.]

    um imenso abraço, Eliana

    Leonardo B.

    ResponderExcluir

  2. manto que bate
    manto que nos faz caminho

    Um abraço a ti, Leonardo

    El

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Segunda chance