sexta-feira, 8 de junho de 2012

Quase um Oásis





Quase um oásis
 
 
 
Tear de vidro,
mãos transparentes.
[nada visível deste amor].
 
 
 
Eliana Mora, 8/6/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

a poesia agradece

Sobrevoar