domingo, 17 de junho de 2012

Garrafas Vazias




Garrafas vazias


Imensas vagas do meu oceano
a quebrar em algum horizonte
[já muito distantes daqui]


Eliana Mora, 17/6/2012

2 comentários:

  1. [dentro,

    o primeiro laço da onda que se derrama na outra praia do mesmo mar,

    por margem, a palavra que se guarda dentro.]

    um imenso abraço, Eliana

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. [dentro de um caco de vidro que se fez guardião
      de tantos segredos]


      um beijo e um abraço, Leonardo

      Eliana

      Excluir

a poesia agradece

Segunda chance