segunda-feira, 28 de maio de 2012

Desabafo





D e s a b a f o 



a corda bamba, 
o tombo, a dor, o grito.
[onde, onde minhas asas?]



Eliana Mora, maio/2012

2 comentários:

  1. [nascerão do corpo, o corpo espaço
    das asas, linhas inquietas de traço...]

    um imenso abraço, Eliana

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. [e assim irão desenhar
    belos, febris e leves...
    as asas, os sons, o laço]

    um beijo, Leonardo
    Eliana

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Segunda chance