sábado, 4 de junho de 2011

Tua Boca


Tua boca



fala tons e vidas.
É assim que ela [a flor]
se nasce.



Eliana Mora, maio 2011

2 comentários:

a poesia agradece

Avesso