segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A pressa parou

A pressa parou



leu alguns poemas
naquele boteco da esquina,
onde nuvens passam para relaxar




Eliana Mora, dez/2007
[Baú]

4 comentários:

  1. nuvens descansam / bebendo a lua / puro deleite!

    ResponderExcluir
  2. esperem! esperem!
    a névoa já vai passar -
    eis a via-láctea...

    ResponderExcluir
  3. e a estrela cadente
    surge ao largo
    sua luz a distrair

    ResponderExcluir

a poesia agradece

Avesso